quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Condomínio no Reino Unido é exemplo de sustentabilidade


Para construir uma casa ecológica, não é necessário fazer algo extravagante ou muito fora do comum. Por fora, empreendimentos sustentáveis podem até se parecer muito com residências tradicionais, mas algumas técnicas utilizadas na construção e manutenção podem fazer toda a diferença. É o que está provando o condomínio BedZED, ou Beddington Zero Energy Development (Empreendimento de Energia Zero), no Reino Unido.

Reportagem na revista Bons Fluidos mostra algumas características peculiares do projeto, tais como material de construção comprado localmente, uso de materiais reciclados e mão-de-obra local. As paredes foram projetadas para conservar o calor, o que é muito importante por causa do rigoroso inverno britânico. A água da chuva é reaproveitada e o seu consumo é regulado. Com todas essas medidas, o consumo de energia cai para 10% em comparação com uma casa normal e a média do uso de água é de 60 litros por dia por pessoa (no Reino Unido o gasto médio é de 150 litros).

Mesmo sem unidades livres, já existem pessoas na fila de espera. Os moradores ainda utilizam largamente a bicicleta, o trem, o carro elétrico e o "Clube do Carro", sistema de agendamento e aluguel de veículos disponível em vários pontos da cidade. Segundo o criador do BedZED, o arquiteto Bill Dunster, “não existe diferença entre esse projeto e uma casa normal. A não ser pela vontade de fazer assim”.

Leia a reportagem completa.

UPDATE: Saiba mais - confira uma reportagem sobre a busca dos prédios brasileiros pelo "selo verde".

Foto: thingermejig/Flickr

1 comentário(s):

v.carlos disse...

Hum...


notícia quentinha! ;)




Abração Felipe
t+