sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Ter muitos filhos prejudica o ambiente, diz autoridade britânica


Do Estadão Online via AmbienteBrasil:

Um dos principais conselheiros do governo britânico para questões ambientais provocou polêmica no país ao defender que os britânicos tenham no máximo dois filhos para evitar danos ambientais.

Em entrevista publicada pelo jornal Sunday Times no domingo (1º) Jonathon Porritt, chefe da Comissão para o desenvolvimento Sustentável do governo, afirmou que os casais que têm mais de dois filhos estão sendo "irresponsáveis" por criar uma carga que não poderá ser suportada pelo meio ambiente. (...)

O assessor do governo britânico, que tem dois filhos, disse que pretende convencer grupos de pressão ambientais para colocar a questão populacional no foco de suas campanha.

"Muitas organizações acreditam que não é parte de seu negócio. Minha missão com os Amigos da Terra e os Greenpeaces deste mundo é dizer: 'Vocês estão traindo os interesses de seus membros ao se recusar a lidar com questões de população e estão fazendo isso pelas razões erradas, porque acreditam que o assunto é muito controverso'."

As declarações de Porritt provocaram reações críticas publicadas pela imprensa britânica nesta segunda-feira.
Foto: papaleguas/stock.xchng

1 comentário(s):

Vítor Carvalho Ferolla disse...

É o Neomalthusianismo que eu combato. Mt bonitim o bebe da foto


Abração Felipe
Fique na GRAÇA!