sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Duas notícias: plantio de árvores no Guiness e controle da poluição na China

Plantio de árvores em Itu/SP pode entrar no "Guinness Book"

Milhares de pessoas fizeram um mutirão na quarta-feira (27) para plantar, em 45 minutos, 30.550 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica em duas áreas predeterminadas em Itu (103 km de SP), em um total de 11 hectares (cerca de 11 campos de futebol).

Com a ação, a prefeitura anunciou ter quebrado o recorde mundial de plantio de mudas de árvores no período - o objetivo era plantar 25 mil mudas em uma hora.

O pedido de oficialização do recorde será encaminhado à sede do "Guinness Book" ("Livro dos Recordes"), na Inglaterra.

Itu quer superar Huntly, na Escócia, que plantou 18.124 árvores em 40 minutos. Cerca de 10 mil voluntários participaram, segundo estimativa da prefeitura - eram esperados 5.000.

Fonte: Folha Online / AmbienteBrasil
Foto e mais informações: http://www.itu.com.br/noticias/detalhe.asp?cod_conteudo=12829

China reduz produção industrial para cortar poluição na Olimpíada

Autoridades da China ordenaram que empresas de Pequim e outras cinco províncias vizinhas reduzam as atividades industriais a partir do final de julho para garantir a qualidade do ar durante os Jogos Olímpicos.

Essa é a maior tentativa até o momento de cortar as emissões de gases poluentes para melhorar a qualidade do ar que será respirado pelos atletas durante a Olimpíada, segundo informações divulgadas nesta terça-feira (26) pela agência de notícias estatal Xinhua.

O plano, que recomenda a redução da atividade industrial, é baseado em um levantamento elaborado em parceria pelas universidades de Pequim e Tsinghua e sugere que os esforços devem ser concentrados nas usinas termoelétricas e siderúrgicas.

A ordem às vésperas dos Jogos Olímpicos vem em meio a uma longa campanha de combate nacional à poluição, patrocinada pelo Partido Comunista na China.

Com a medida, o governo diz esperar que o comprometimento das empresas em reduzir emissões não seja apenas temporário, para aliviar a poluição durante a Olimpíada, mas sim permanente.

Fonte: Estadão Online / AmbienteBrasil

1 comentário(s):

v.carlos disse...

Queria ter plantado umas também...