segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Especialistas recomendam moderação e bom senso para um Natal ecológico

Para aqueles que desejam celebrar o Natal de maneira responsável do ponto de vista ecológico, especialistas em meio ambiente evitam conselhos extremos e se limitam a recomendar bom senso e moderação para evitar o desperdício.

"Porém, todos podem adotar pequenos gestos para limitar as repercussões da celebração sobre o meio ambiente", afirma Nadia Boeglin, da Agência Francesa do Meio Ambiente e Controle da Energia (Ademe).

Não apenas uma atitude (como comprar somente papel de presente reciclado, por exemplo), mas uma série significativa de gestos que, acumulados, terminam por fazer sentido.

O Natal é uma festa das luzes, mas é possível evitar a iluminação de jardim, que consome muita energia e perturba os insetos, acrescenta.

Outro bom conselho é, no momento das compras e de cozinhar, lembrar de tudo que sobrou no ano anterior para não preparar muita comida, conta Boeglin.

O pior para o meio ambiente são os presentes poluentes e inúteis. Por isto é preciso optar por produtos que agradem a pessoa, mas que tenham utilidade e que serão guardados.

Finalmente, estão na moda os presentes "imateriais": entradas para espetáculos, eventos esportivos, etc.

Ao fim da festa, não se deve esquecer de selecionar o lixo, separando os dejetos orgânicos dos recicláveis.

Trechos extraídos do site: http://afp.google.com/article/ALeqM5jRx0zWKlN2jghwRhVm5RERtLPcxA

1 comentário(s):

v.carlos disse...

amei o cartão da OPA